Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, ROCHA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Arte e cultura
MSN - vitorolive@hotmail.com


Histórico:

- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 21/02/2010 a 27/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 06/12/2009 a 12/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 11/10/2009 a 17/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 01/03/2009 a 07/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 27/07/2008 a 02/08/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 30/09/2007 a 06/10/2007
- 09/09/2007 a 15/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 17/09/2006 a 23/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006



Outros sites:

- Eu prefiro melão
- BOL - E-mail grátis
- Sou Brett
- Série Maniaco
- UOL - O melhor conteúdo
- Aqueles dois


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog





Com que freqüência você vai ao cinema?
Toda semana
De 15 em 15 dias
Pelo menos uma vez por mês
Só quando vou ao shopping
Raramente
Nunca
O último filme que assisti foi "Titanic"
Votar
resultado parcial...


Layout Por


Brett Penace



O inconfundível Woody Allen

Ø  TUDO PODE DAR CERTO (“Whatever works” – EUA / França, 2009 – dir e roteiro: Woody Allen)

 

 

Depois de fazer sucesso com filmes como “Match Point” e “Vicky Cristina Barcelona”, bem diferentes da filmografia que o consagrou, o bom e velho Woody Allen do humor neurastênico está de volta. O protagonista Boris é aquele deliciosamente rabugento e neurótico de sempre. Mas desta vez, o diretor fica por trás das câmeras e elege para interpretar essa espécie de alterego o ator Larry David, que não chega a ser impagável como o mestre, mas realiza um belo trabalho.

       Boris é um professor aposentado frustrado que se acha anos-luz à frente do restante da humanidade em termos de inteligência, perspicáca e visão filosófica do mundo e da vida. Até que um ser diametralmente oposto e anos-luz atrás da humanidade acerca dessas mesmos quesitos, a bela, ingênua e assustadoramente burra Melodie St. Ann Celestine, na pele de Eva Rachel Wood (engraçadíssima), cruza seu caminho à procura de um pouso para aquela noite. Com um misto de pena da moça pela sua condição de desamparo e de ódio pela sua burrice colossal, Boris a abriga em seu apartamento. O que era pra ser uma situação provisória acaba se prolongando por mais tempo que ele pudesse prever. A partir daí, você já sabe: os opostos se atraem e o inevitável acontece: ele cai de amores pela moça. A trama do filme não é nada surpreendente e imprevisível, mas o que o torna agradabilíssimo é o excelente e afiado texto de Allen, que continua arrancando risadas de seus admiradores. O filme ainda conta com um ótimo time de coadjuvantes como os religiosos pais da moça.

      

“Tudo pode dar certo”, usando boa dose de acidez e sarcasmo, brinca o tempo todo com a neurastenia e o pessimismo do protagonista, que parece querer negar o título do filme a qualquer custo. Mas algumas situações inusitadas podem provar a ele exatamente o contrário. No mais, para os fãs do bom e velho Woody Allen de filmes como “Manhattan” ou “Annie Hall” é diversão garantida, ainda que a presença na frente das câmeras do bom e velho Allen faça alguma falta.

 

Cotação: @@@@ Ótimo



- Postado por: O Vitor viu... às 06h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Simplicidade e competência

Ø  CHICO XAVIER – O FILME (Brasil, 2010 – dir: Daniel Filho – roteiro: Marcos Bernstein, baseado em livro de Marcel Souto Maior)

 

 

Daniel Filho, a cada filme, consolida sua condição de grande realizador do cinema nacional. Queira os mais puristas ou não, que sempre o acusam de dar um tom televisivo a seus filmes (e o que há de mal nisso?) é um dos poucos que conseguem fazer com que o brasileiro prestigie o cinema de seu país e lote as salas de exibiç. Isso se deve, inegavelmente, à grande capacidade de comunicação do diretor (conquistada com anos e anos de televisão), aliada ao seu apuradíssimo faro em perceber ótimas histórias (também conquistado devido aos seus longos e televisivos anos).

 

       O fato é que Daniel Filho marca mais um golaço com o filme que conta a história do maior médium brasileiro por enxergar que a vida dele dava, de fato, um grande filme. Sem maneirismos ou tentativas de alcançar alguma genialidade narrativa, mas com extrema competência ao contá-la, o diretor faz da história de Chico Xavier uma grande saga e uma trajetória digna de herói, independente de questões religiosas, pelo mesmo motivo que consagrou “Dois filhos de Francisco”: o brasileiro é, antes de tudo, um forte.

 

       Com isso o filme não tem como não agradar. Agrada pela história sofrida de vida de Chico, agrada pela competente narrativa, agrada por preservar o mito e respeitar a história e bondade e abnegação que o fez ficar famoso, agrada pelo roteiro bem amarrado e agrada, sobretudo, pelo carisma e talento do elenco. Nelson Xavier e Angelo Antonio estão impecáveis vivendo o protagonista em diferentes fases de sua vida, mas o menino Mateus Costa, que faz o médium na infância, é quem realmente emociona e arrebata o espectador mais sensível logo de cara. Com relação ao restante do elenco, mais uma vez os anos de estrada televisiva de Daniel Filho jogam ao seu favor ao escalar os atores certos para os papéis correspondentes, explorando o que cada um já rendeu de melhor em suas carreiras televisivas, com destaque para Tony Ramos, competente como sempre e Christiane Torloni, que explode em emoção e, por talvez sua vida pessoal se confundir com a da própria personagem, acaba causando uma comoção ainda maior.

 

       Mas o filme está longe de ser piegas ou apelar para o sentimentalismo fácil. Sem grandes pretensões a captar uma profundidade maior nos fatos (ao contrário, a simplicidade é sua maior qualidade), o filme narra com extrema competência e emoção na dose certa, com algum posicionamento crítico, uma história que vale muito a pena ser contada, independente de qualquer convicção religiosa.

 

Cotação: @@@@ Ótimo.



- Postado por: O Vitor viu... às 06h26
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________