Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, ROCHA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Arte e cultura
MSN - vitorolive@hotmail.com


Histórico:

- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 21/02/2010 a 27/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 06/12/2009 a 12/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 11/10/2009 a 17/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 01/03/2009 a 07/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 27/07/2008 a 02/08/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 30/09/2007 a 06/10/2007
- 09/09/2007 a 15/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 17/09/2006 a 23/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006



Outros sites:

- Eu prefiro melão
- BOL - E-mail grátis
- Sou Brett
- Série Maniaco
- UOL - O melhor conteúdo
- Aqueles dois


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog





Com que freqüência você vai ao cinema?
Toda semana
De 15 em 15 dias
Pelo menos uma vez por mês
Só quando vou ao shopping
Raramente
Nunca
O último filme que assisti foi "Titanic"
Votar
resultado parcial...


Layout Por


Brett Penace



Pequena Miss Sunsine: imperdível!!!!

Gente, já fiz a crítica deste filme nos posts do Festival. Mas como sei que muitos ficarão com preguiça de ir lá embaixo buscar, reedito-a aqui porque julgo que este é um dos melhores filmes do ano. Até aumentei uma arroba na cotação.... Vale muito a pena, não percam!!!!

Uma louca, mas irresistível família que poderia ser a nossa!!!!

Espécie de comédia dramática atípica no cinema americano. Uma família composta por 6 pessoas (todos os atores com grandes atuações) decidem atravessar o país para que a pequena Olive possa participar do concurso de miss que tem ensaiado a vida inteira. Todos vivem atormentados e, derrotados pela vida, não conseguem uma convivência amistosa, mas são obrigados a confrontar-se com suas próprias mazelas. O chefe da família que não consegue emplacar sua idéia revolucionária de sucesso, o cunhado gay pesquisador de Proust que perde o amor e o emprego para o rival, o avô que é expulso do asilo por uso de drogas e o filho problemático que se recusa a falar. E a mãe, claro, que não sabe como lidar com tantos dilemas reunidos. O que, no entanto, pode nos soar como um drama lacrimogênio se transforma em algo muito, muito engraçado mesmo. Os dramas pelos quais passa a família (inclusive a Kombi) se assemelham muito aos do nosso país e muitas vezes eles são obrigados a dar aquele chamado “jeitinho brasileiro”, promovendo uma identificação imediata com o público. Humor inteligente, sem, em momento algum ser apelativo, o filme adota alguns clichês e rejeita outros, mas o resultado é uma platéia vibrante e empolgada que aplaude efusivamente ao final da sessão. O desfecho é impagável. Cheira a indicações ao Oscar... Com a ótima Toni “Muriel” Colette, Greg Kinnear, Paul Dano, Steve Farris e Alan Arkin.

Muitos aplausos para a menininha, Olive (Abigail Breslin)!!!
Cotação: @@@@@ Excelente.



- Postado por: O Vitor viu... às 00h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Saldo Final do Festival.

Mais um festival se foi e mais uma incessante maratona que valeu a pena. A safra de filmes deste ano foi superior à do ano passado e a organização do evento também melhorou sensivelmente. Como ponto negativo, destaco a ida da Premiére Brasil para o Palácio. O Odeon sempre será o templo sagrado do cinema carioca. Valeu pelo corre-corre, pelo encontro com Bete Mendes e pelas sessões deliciosas regadas a aplausos e com aquele clima de festa. Agora só no ano que vem. Até lá......

 

Meus mehores filmes:

 

1-       Proibido Proibir

2-       Volver

3-       Pequena Miss Sunshine

4-       O céu de Suely

5-       A Educação das Fadas

6-       Um certo olhar

7-       Antonia

8-       C.R.A.Z.Y – Loucos de Amor

9-       Uma coisa toda nova

10-   A última noite

 

“Morte em Veneza” é hors-concours, claro!!!

- Postado por: O Vitor viu... às 00h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Só por Charlotte...

Diário do Festival – dia 14 – 05/10/2006

 

è     LEMMING – INSTINTO ANIMAL (“Lemming”, França, 2005 – dir: Dominik Moll)

 

Um filme, um tanto quanto esquisito e incomum, mas que consegue prender a atenção e sustentar o suspense, apesar de algumas derrapadas. O desfecho é um tanto decepcionante, mas vale pela breve, mas marcante presença da sempre excelente Charlotte Rampling como a sedutora e excêntrica esposa do patrão que desestabiliza a vida do casal careta.

 

Cotação: @@ Médio.

- Postado por: O Vitor viu... às 00h29
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Bela surpresa nacional!

Diário do Festival – dia 13 – 04/10/2006

 

è     PROIBIDO PROIBIR (Brasil, 2005 – dir: Jorge Duran)

 

Talvez o melhor filme brasileiro do festival ao lado de “O céu de Suely”. A história de três jovens universitários ultrapassa o mero pretexto de um triângulo amoroso para traçar um perfil social e comportamental da moçada da faculdade dos dias atuais. Tal universo, até então pouco explorado artisticamente, tem tudo para atrair e empolgar diferentes platéias. Outro ponto positivo do filme é, que apesar de se passar no Rio, foge do estereótipo praia e favela e tem a Ilha do Fundão e o subúrbio como cenários principais. O elenco está afiado, com destaque para Caio Blat, que soube combinar na dose certa, humor cafajeste com heroísmo sedutor. Maria Flor, apesar de alguns tons acima, dá conta do recado e Alexandre Rodrigues, artificial em alguns momentos, faz um bom contraponto com Caio. Edyr Duque (menos frenética e mais atriz) brilha intensamente.Tem o velho espírito carioca, mas com algo de impactante e emocionante, revelando um certo desencanto e pessimismo em relação ao sistema. Mas nos lembra de que resistir é preciso.

 

Cotação: @@@@@ Excelente.

- Postado por: O Vitor viu... às 00h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Bela Irene salva o dia!

Diário do Festival – dia 12 – 03/10/2006

 

è     PIXOTE IN MEMORIAN (Brasil, 2005 – dir: Felipe Briso e Gilberto Topczewsky)

 

Começa como uma espécie de ‘making-of’ estendido do famoso filme em questão, parecendo mais um extra de DVD do que um novo filme propriamente dito. Mas depois perde-se definitivamente ao tentar tratar uma tese sociológica rasa sobre os prováveis motivos que levaram à morte do ator principal, cuja carreira entrou em declínio. Pouco edificante, perda de tempo e desperdício de talentos, como o de Marília Pêra, por exemplo. Para não dizer que é um fiasco total, vale a pena para saber o que andam fazendo e como estão os atores que fizeram parte do elenco de meninos de rua no filme. Enfim... não disse a que veio.

 

Cotação: @ Fraco.

 

 

è     A EDUCAÇÃO DAS FADAS ( La Educación de las fadas – Espanha, 2006 – dir: José Luis Cuerda).

 

Uma bela ode ao amor romântico sem, no entanto resvalar na pieguice. Elenco impecável, história atraente e roteiro bem amarrado. Tem tudo para emocionar os mais sensíveis. O amor incondicional de um homem por uma bela mulher (Irene Jacob, luminosa!) e seu espirituoso filho. Cumpre o que “A fonte da vida” prometeu: emocionar com uma bela história de amor. Bonita fotografia, trilha sonora delicada e magia misturada com humor irônico.

 

Cotação: @@@@ Ótimo.

- Postado por: O Vitor viu... às 00h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Novas vertentes do Cine Brasil.

Diário do Festival – dia 11 – 02/10/2006

 

è     CARTOLA (Brasil, 2006 – dir: Lírio Ferreira)

 

O documentário foge à estética tradicional dos documentários e está longe de ser um “Vínícius”. E como toda proposta vanguardista, tem lá seus tropeços, que são ofuscados pela genialidade e pela maravilhosa biografia de Cartola, que por si só, já é razão de ser para ir ao cinema. Com sua linguagem original e ousada, busca homenagear, além de Cartola, é claro, o próprio ato de fazer cinema. Destaque, é claro, para os números musicais.

 

Cotação: @@@@ Ótimo.

 

 

è     O SARCÓFAGO MACABRO (Brasil, 2006 – dir: Ivan Cardoso)

 

Hilariante produção trash que é paródia e pastiche de antigos seriados americanos. Figurinhas folclóricas do nosso cinema como Carlo Mossy e Wilson Grey estrelam essa produção de gosto duvidosíssimo, mas de humor irresistível. Mas, infelizmente, o filme se vale demasiadamente das imagens de arquivo e esquece um pouco da própria ação. As cenas filmadas são bem fraquinhas, mas vale para desligar o cérebro e relaxar.

 

Cotação: @@ Médio.

- Postado por: O Vitor viu... às 00h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Dia de eleição: um filme apenas...

Diário do Festival – dia 10 – 01/10/2006

 

è     PARIS, EU TE AMO ("Paris je t’aime" - França, 2006 – dir: vários)

 

Contar em cinco minutos a história de um encontro amoroso em uma locação de Paris. Esse foi o desafio aceito por 21 diretores de todas as partes do mundo, resultando no longa-metragem Paris je t’aime. Uma cidade que sempre inspirou o cinema, Paris não vive apenas de seu passado e o ponto de partida dos cineastas envolvidos com o projeto foi filmar a capital francesa dos dias de hoje, buscando revelar aspectos inéditos na tela grande. Em sua maioria estrangeiros, os diretores exploraram a realidade parisiense, sem jamais perderem o olhar amoroso sobre a cidade.

Como todo filme feito a muitas mãos, é irregular, pois umas histórias são superiores a outras, mas merece destaque as tramas de Gerard Departier, Walter Salles e Daniela Thomas e como destaque negativo, os irmãos Coen. No saldo geral, o filme é belo e coeso, além de agradável.

- Postado por: O Vitor viu... às 23h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




Fêmeas no poder...

Diário do Festival – dia 9 – 30/09/2006

 

è     ANTONIA (Brasil, 2006 – dir: Tata Amaral)

 

Surpreendente e descompromissado filme que narra as desventuras de quatro garotas da periferia paulista que montam um grupo de rap enquanto enfrentam o preconceito e as agruras do cotidiano. O mais legal é que o filme que, a princípio parece que só vai agradar aos fãs de rap ou às pessoas que vivem naquela realidade. Mas aos poucos vai cativando e até a trilha sonora foge do rap. Sem contar que as quatro meninas ( Negra Li, Leilah Moreno, Cindy e Quelynah), além de cantarem bem, mandam muito bem na interpretação, além de serem belas e carismáticas. Sandra de Sá ainda faz uma participação especialista como uma mãe evangélica. No final das contas, o filme vira uma “Sex and The City” da periferia.

 

Cotação: @@@@ Ótimo.

 

è     BONEQUINHAS DA PAPEL (“Bubot niyar” – Israel/Suíça, 2005 – dir: Tomer Heymann)

 

Simpático documentário que acompanha o cotidiano de cinco transformistas filipinos que vivem em Israel De dia exercem profissões como cabeleireiros ou babás de idosos e à noite, formam o grupo que dá título ao filme se apresentando nas noites de Israel. Destaque para Caetano Veloso, que dá pinta cantando o clássico na voz de Doris Day, “Que será”. Hummmmm....rs!

 

Cotação: @@@ Bom

- Postado por: O Vitor viu... às 23h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________