Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, ROCHA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Cinema e vídeo, Arte e cultura
MSN - vitorolive@hotmail.com


Histórico:

- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 21/02/2010 a 27/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 06/12/2009 a 12/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 11/10/2009 a 17/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 01/03/2009 a 07/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 27/07/2008 a 02/08/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 30/09/2007 a 06/10/2007
- 09/09/2007 a 15/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 17/09/2006 a 23/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006



Outros sites:

- Eu prefiro melão
- BOL - E-mail grátis
- Sou Brett
- Série Maniaco
- UOL - O melhor conteúdo
- Aqueles dois


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog





Com que freqüência você vai ao cinema?
Toda semana
De 15 em 15 dias
Pelo menos uma vez por mês
Só quando vou ao shopping
Raramente
Nunca
O último filme que assisti foi "Titanic"
Votar
resultado parcial...


Layout Por


Brett Penace



Anjos do Sol: Impactante, marcante, necessário!

Vera Holtz, sempre ótima, vive a cafetina que promove um leilão de meninas.

 

É impossível sair da exibição de “Anjos do Sol” sem sentir aquela sensação incômoda do desconforto da impunidade. O diretor Rudi Lagemann conseguiu provocar aquele nó na garganta do público. Mais do que incomodar, vale com uma denúncia que urgia há muito tempo. Depois de meses de pesquisa sobre a prostituição infantil em nosso país e baseado em depoimentos reais, temos um filme sincero, visceral e impactante e mais do que obrigatório, necessário!

            A saga da menina Maria (Fernanda Carvalho), que é vendida pelo pai sem saber o terrível destino que a espera, conta uma realidade que conhecemos de muito longe, desconstruindo aquele enfoque romântico do homem do campo de nosso país e elevando-o a um enfoque universal. Talvez algumas cenas sejam demasiadamente violentas e dispensáveis e em alguns momentos a previsibilidade da trama prejudique um pouco o ritmo do filme, mas nada que não se compense com um excelente elenco que conta com participações de nomes pra lá de especiais como Chico Diaz, Vera Holtz e Otávio Augusto. Destaque também para o retorno às telas do ícone Darlene Glória, em ótimo momento. Merece atenção!

            Mas se o assunto é o elenco, nada mais justo do que reverenciar Antonio Calloni, perfeito na pele do asqueroso Saraiva, atingindo o ponto certo da ironia e que teve sua premiação como melhor ator em Gramado mais do que merecida. Aliás, o filme foi grande vencedor do Festival deste ano arrebatando 6 kikitos, entre eles o de melhor atriz coadjuvante para Mary Scheila, tudo de bom! Fernanda Carvalho foi uma acertada escolha para viver a protagonista Maria, pois seu talento em estado bruto foi fundamental na construção de uma delicada e inocente personagem, o que assegurou a verossimilhança da trama.

            Só que a verdadeira e grata surpresa do filme foi Bianca Comparato (a Maria João de “Belíssima”), cuja atuação é tão visceral, convincente e forte, que arranca aplausos da platéia ao final da projeção. Realmente nos brinda com uma atuação do tipo “nasce uma estrela”. Perfeita!

            Enfim, mais uma bola dentro de nosso cinema, um filme sensível e bárbaro que merece e precisa ser visto.

 

Cotação: @@@@ Ótimo.



- Postado por: O Vitor viu... às 02h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




O Vitor até viu... mas não teve tempo de postar antes!

Depois de um longo e tenebroso inverno, venho aqui para limpar as teias de aranha deste blog e dar as caras para, enfim, declarar: I’m still alive!!!

 

Desculpem, mas época de entrega de trabalhos de Mestrado culminando com a busca frenética por um emprego e as demais obrigações do dia-a-dia só poderiam ter um resultado: nada de atualizações.

 

E já que tenho tanto a dizer, melhor dizê-las de forma crescente, deixando o melhor para o final. Então vamos ver o que tenho visto entre os filmes em cartaz:

 

VELOZES E FURIOSOS – DESAFIO EM TÓQUIO: Jovem revoltado e descerebrado é mandado pela mãe bagaceira para viver com o pai em Tóquio. Mas chegando lá, o cérebro de rapaz se funde de vez e ele decide apostar corridas com mafiosos. Compete bravamente com “Pergunte ao Pó” e “Ultravioleta” pelo título de maior bobagem do ano. E nem adianta vir com o argumento de que é um filme voltado para o público adolescente, pois dizer isso seria menosprezá-los. Não há uma só centelha de qualidade no filme. Não esperava piadas a la Woody Allen, mas pelo menos esperava por cenas de ação surpreendentes, o que não foi o caso. E o que é aquele ator protagonista, cujo personagem tem 17, mas que tem cara de 30? Não chega nem a ser risível de tão bobo e ruim. Uma espécie de Gaijin brucutu. Atravesse a rua ao passar pelo filme.

Cotação: @ Ruim.

 

CLICK: A idéia é até legal, mas a impressão que fica é que o roteiro é mais engraçado de ser lido do que visto. Jovem executivo careta deseja ter um controle remoto universal e acaba ganhando de um homem misterioso um controle onde ele pode ter total controle sobre sua vida. Isso é o mote inicial para o péssimo Adam Sandler desfiar seu rosário de piadas grosseiras e sem graça. O filme tem até seus lampejos de graça, mas vamos combinar... com Adam Sandler o que é ruim tem sempre chance de ficar pior. E nem vou comentar sobre o final “aprendi uma valiosa lição de vida” digno do final dos desenhos do He-man. Lixo puro.

Cotação @ Ruim.

 

 

Duelo de titãs. Quem é o pior? O inexpressivo Lucas Black ou o canastrão Adam Sandler?

 

OBRIGADO POR FUMAR: Sim, trata-se de um filme com humor cáustico e roteiro eficiente. Uma crítica mordaz à hipocrisia americana recheada de deboche e ironia. O filme também tem um ritmo ágil e bons atores em cena. A idéia de ter um protagonista com a maior cara de galã e pinta de herói para defender a indústria de tabaco é muito criativa. Tudo isso seria perfeito se o filme não caísse na velha armadilha do cinema americano de sempre procurar uma moral da história. E aí, como dizia um velho amigo meu: “No final das contas é um filme raso”. Mas gera uma reflexão divertida, apesar da superficialidade desmascarada. Cotação @@@ Bom.

 

CAFÉ DA MANHÃ EM PLUTÃO:  Celebrado desde o ano passado, quando foi exibido no último Festival do Rio, a incomum saga do travesti Kitten em busca da mãe é uma espécie de conto de fadas pós-moderno, com aquela inocência das fábulas misturada à crueza de nossa realidade. Isso sem falar no excelente trabalho do ator Cillian Murphy, que simplesmente dá um banho em cena. Liam Neeson, em breve, mas ótima aparição e o tema universal da eterna busca às raízes. Bonitinho e ordinário na dose certa. Cotação @@@@ Ótimo.

  

Sarcasmo e ironia em duas boas produções.

 

Por enquanto é isso. Aguardem o próximo post: o inquietante “Anjos do Sol”!



- Postado por: O Vitor viu... às 13h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________